sexta-feira, 5 de agosto de 2011

JOVEM, DEUS TE CONVIDA: VIVA A TUA CASTIDADE!



Quem se dá, não se dá por partes, mas por inteiro. Não é possível entregar somente o corpo, sem “comprometer” junto à alma. A castidade é a virtude que unifica corpo e alma e ordena toda nossa inteligência e sentimentos para o bem. Quem entrega sua castidade a alguém não está apenas entregando um aspecto físico, mas também entrega junto uma parte do seu ser, algo que irá acompanhá-lo por toda a vida...

O verdadeiro amor espera! “Não existe essa tal prova de amor”. E essa espera te torna um “ser especial”, portanto, não tenha vergonha de seres uma pessoa especial.


Castidade não é privação ou proibição. É a livre escolha pelo Amor que nos faz plenamente feliz. Amor que é o próprio Deus. Quanto mais somos castos, mais atraímos as pessoas para nós. Também é um mandamento divino: “não pecar contra a castidade”.

Os que falam de um amor espontâneo e fácil enganam-nos. O Amor segundo Cristo é um caminho difícil e exigente. Ser o que Deus quer exige um esforço paciente, uma luta contra nós mesmos. Deve-se chamar pelo nome o bem e também o mal Na «unidade dos dois», o homem e a mulher são chamados, desde o início, não só a existir «um ao lado do outro» ou «juntos», mas também a existir reciprocamente «um para outro». João Paulo II

No namoro a castidade se expressa na simplicidade, nos detalhes, nas pequenas coisas do relacionamento. É necessário que o casal saiba por que vivem a castidade, pois só assim saberão onde querem chegar. Vivem a castidade porque escolheram por amor e pelo Amor.

‎"Deus nos quer santos, castos no corpo e na alma, nos gestos e palavras também, mas para isso quer nos dar os mesmos sentimentos de Jesus Cristo, que amou além das aparências, repudiou os corações soberbos, prepotentes, e se maravilhou com os corações simples, humildes, sinceramente arrependidos e desejosos de mudar de vida. A caridade é a alma da castidade!"

O jovem que se preserva casto até o Sacramento do Matrimônio é alguém realmente especial aos olhos de Deus e da pessoa amada... Por maior que seja a paixão que tenhas por uma pessoa hoje, quem te garante que irás contrair matrimônio com essa... Enquanto que a pessoa que escolheste para o matrimônio essa sim, merece a melhor de todas as tuas entregas... Essa a pessoa a quem deverás, no momento certo, fazer a tua entrega total.

Se tu não souberes vigiar a tua imaginação e teus pensamentos, é impossível manter a castidade. O apetite sexual é sobretudo psíquico. Se não se arrancam as raízes da imaginação é impossível conter as consequências na carne. Por isso é necessário saber dominar a imaginação e os desejos. Para manter teus propósito de castidade também deverás evitar locais ou situações que facilitem tua entrega e posterior arrependimento (ambientes isolados; carícias; bebidas; drogas; locais promíscuos; ...). Lembra-te sempre, “o melhor de ti”, para a pessoa que realmente escolheu para te acompanhar por toda tua vida...

Recentemente o Papa pediu para que os jovens busquem sempre a sua santidade, através de seus atos, gestos e realizações. Que nunca se afastem da Igreja e dos projetos para os quais Deus os convocou nominalmente.

Que sejam castos, que preservem sua pureza de corpo e coração, que cuidem de seus pais, que não usem drogas, que não sejam libertinos, promíscuos... Que vivam em comunidades e grupos cristãos, pois com isso se protegerão um ao outro.

Observem que a primeira coisa que o demônio faz é afastá-los do grupo, pois se tornam presas (alvos) mais fáceis para o seu projeto diabólico... Isso é uma prática de caça dos predatórios, vejam as técnicas utilizadas pelas feras para caçar no meio de um bando... Primeiro escolhem a presa, depois começam a correr no meio do bando até afastar o seu alvo dos demais, depois quando está longe do bando, fica fraco, cansado, abatido, sendo alvo fácil para a fera predadora...

Jovem, não seja esse alvo correndo para longe do bando, pois as feras estão por aí a serviço do maligno... Permaneça junto ao teu grupo, tua comunidade de irmãos, evitando assim ser abatido pelo propósito do inimigo. Preserva aquilo que consideras importante, aquilo que te faz especial aos olhos da igreja e de Deus. Tu não és papel higiênico para seres usado e jogado fora... tenhas consciência que ninguém se arrepende de fazer as coisas certas, agora, das coisas erradas sim...

Que Deus te abençoe e te proteja... hoje e sempre...

SHALOM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário