domingo, 30 de outubro de 2011

Dois anos de CLJ-1


Há exatos dois anos, Felipe, Patrick, Leandro, Jéssica, Diuly, Fabíola, Eduarda e eu dissemos sim a uma grande aventura. Aceitamos fazer parte do grupo de implantação do Curso de Liderança Juvenil (CLJ). Para isso foi necessário ir até Gravataí em um desastrosa viagem como dez pessoas mal acomodadas em uma Van que teve pneus furados, ida a Santa Cruz, Rio Pardo e finalmente ao destino descrito.

Convivemos durante os dias 30, 31 de outubro e 1º de novembro com mais de cem jovens no 41º CLJ-1 do Vicariato de Gravataí. Momento único em nossa vida que ficará para sempre marcado em nossos corações. A partir daqueles dias nossas vidas mudaram. Tínhamos um desafio: trazer esse grandioso movimento para a Diocese de Cachoeira do Sul.

Com a graça de Deus atingimos o nosso objetivo.  Hoje, depois de dois cursos de CLJ-1, um de CLJ-2, e integrantes com CLJ-#, além de viagens, reencontros, temos mais de 70 jovens perseverando no movimento. As dez pessoas foram multiplicadas sete vezes.

Sem dúvida, é com grande alegria que comemoramos essa data. Da miha parte, só tenho a agradecer a Deus em primeiro lugar pelo convite e ao Padre Edson e Tio Carlinhos por serem anjos intermediadores deste chamado. É impossível não manifestar gratidão também aos irmãos do CLJ da Paróquia Nossa Senhora dos Anjos de Gravataí que foram fundamentais para tornar real o nosso sonho.

Postado por Emilin Grings

sábado, 29 de outubro de 2011

O caminho certo



      Talvez Deus queira que nós conheçamos algumas pessoas erradas antes de encontrar a pessoa certa para que saibamos, ao encontrá-la, agradecer por esta bênção.
      Quando a porta da felicidade se fecha, outra porta se abre. Porém, estamos tão presos àquela porta fechada que não somos capazes de ver o novo caminho que se abriu.
     O melhor amigo é aquele com quem nos sentamos por longas horas, sem dizer uma palavra, e ao deixá-lo, temos a impressão de que foi a melhor conversa que já tivemos.
      Ao darmos a alguém todo o nosso amor nunca temos a certeza de que iremos receber este amor de volta.
      Não ame esperando algo em troca, espere para que este sentimento cresça no coração daquele que você ama. E se isto não ocorrer, esteja feliz por este sentimento estar crescendo em seu coração.
     Em questão de segundos nos apaixonamos por alguém, mas levamos uma vida inteira para esquecer alguém especial.
    Não busque boas aparências, elas podem mudar. Só precisamos de um sorriso para transformarmos um dia ruim. Encontre aquela pessoa que faça seu coração sorrir.
     Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraça-la.
    Sonhe com aquilo que você quiser, vá para onde você queira ir, seja o que você quer ser, porque você apenas possui uma vida e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.
     Tenha felicidade bastante para fazê-lo doce, dificuldades para fazê-lo forte, tristeza para fazê-lo humano e esperança suficiente para fazê-lo feliz.
      As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas. Elas sabem fazer o
melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.
     A felicidade aparece para aqueles que choram, para aqueles que se machucam, para aqueles que buscam e tentam sempre e para aqueles que reconhecem a
importância das pessoas que passam por suas vidas.
    O amor começa com um sorriso, cresce com um beijo e termina com uma lágrima.
    O futuro mais brilhante sempre estará baseado num passado esquecido; você só terá sucesso na vida quando esquecer os erros e as decepções do passado.
     Quando você nasceu, você estava chorando e todas as pessoas ao seu redor estavam sorrindo. Viva de um modo que, ao morrer, você seja aquele que esteja sorrindo enquanto todos à sua volta estejam chorando.
    E o mais importante, viva na presença de Deus quando seu tempo na terra acabar.
   Aproveite seu tempo agora para conhecê-lo e aprender quem Ele é , e quem ele quer que você seja enquanto você está aqui.
 


      Espero que todos encontrem o caminho certo na sua vida, que encontrem o caminho de Deus principalmente, quando você encontra esse caminho, que te leva até ele, outros caminhos irão se abrir para você, só depende de você não se perder em qual caminho seguir. Muitas vezes você tem que ser como um rio que encontra curvas e obstáculos mas sempre segue o seu rumo. Siga nessa estrada que no fim do caminho você verá que valeu a pena ter ido por ele. Fiquem com Deus e uma boa semana a todos e que ele nos abençõe sempre lá de cima. Shalom!

Fonte: Retirado do site - catequisar.com.br (recomendo que visitem)

Postado por : Gustavo 

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Dois amores que se completam

No Antigo Testamento, na TORÁ (Lei mosaica), havia 613 preceitos ou mandamentos: 248 prescrições positivas e 305 proibitivas. Já se falava e praticava o amor a Deus e ao próximo, até mesmo de grupos que priorizavam um ou outro. No Evangelho São Mateus (conf.Mt 22,34-40), todos - fariseus, escribas e especialista na Lei -, concordavam que o maior mandamento era o amor a Deus, como está em Dt.6,5. O grupo de fariseus que perguntam a Jesus qual deles era o maior, interrogaram-No com intenção maldosa, maliciosa, fazendo uma armadilha para acusá-Lo em alguma coisa. O Senhor, no entanto, percebendo a malícia da pergunta, os desarma e os desmascara com Sua resposta. Jesus equiparou o amor a Deus ao amor ao próximo; ambos estão no mesmo plano, são o resumo de todos os preceitos. "Toda lei e os profetas dependem desses dois mandamentos", quer dizer, toda a Escritura.

Há mais de 20 anos a.C, o rabino Hilel já ensinava: "não faças a outro o que não queres para ti. Isto é toda a Lei; o resto é comentário”. Jesus devia conhecer tal afirmação contida em Lv.19,18. No entanto, foi mais além ao afirmar que o segundo mandamento, "amar ao próximo" é semelhante e se equipara ao primeiro (amar a Deus). Amar a Deus e ao próximo. Explicitando, quer Jesus afirmar e ensinar: amar ao Senhor servindo ao próximo; amar a Deus no próximo. São dois amores que se completam. Um não existe sem o outro, ou então, um se manifesta através do outro. O amor a Deus passa necessariamente pelo amor ao próximo, “a fim de que um dia entremos em plena posse do mistério que agora celebramos”.

De fato, sem o amor ao próximo não existe amor a Deus, nem lei, nem fidelidade; é tudo mentira, como diz a Primeira Carta a João 4,20. O que Jesus propõe é muito claro: precisamos amar o próximo com a totalidade do nosso ser (inteligência,vontade e afeto). Jesus exige que amemos até os próprios inimigos, do mesmo modo como Deus os ama (Mt.5,44-48). Mas este amor deve ser traduzido em gestos concretos de fraternidade e solidariedade. Só assim será sinal do nosso amor a Deus.

O amor ao Senhor e ao próximo são como uma moeda de duas faces. Um amor não se opõe ao outro, completam-se. Nosso amor a Deus é fonte de serviço ao próximo. Assim como o nosso amor a Deus exige o nosso encontro com Ele, assim também devemos nos fazer próximos do outro. Apenas frequentar a Igreja e não se interessar pelo próximo é enganar a si próprio.
 Dom Eurico S. Veloso
Arcebispo Emérito de Juiz de Fora (MG)

Fonte:Canção Nova

                    SHALOM

  Postado por: Douglas Monteiro

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

OS PAIS ENVELHECEM

Talvez a mais rica, forte e profunda experiência da caminhada humana seja a de ter um filho.
Ser pai ou mãe é provar os limites que constituem o sal e o mel do ato de amar alguém.
Quando nascem, os filhos comovem por sua fragilidade, seus imensos olhos, sua inocência e graça.
Eles chegam à nossa vida com promessas de amor incondicional. Dependem de nosso amor, dos cuidados que temos.
E retribuem com gestos que enternecem.
Mas os anos passam e os filhos crescem.
Escolhem seus próprios caminhos, parceiros e profissões.
Trilham novos rumos, afastam-se da matriz.
O tempo se encarrega da formação de novas famílias. Os netos nascem.
Envelhecemos.
E então algo começa a mudar.
Os filhos já não têm pelos pais aquela atitude de antes.
Parece que agora só os ouvem para fazer críticas, reclamar, apontar falhas.
Já não brilha mais nos olhos deles aquela admiração da infância.
E isso é uma dor imensa para os pais.
Por mais que disfarcem, todo pai e mãe percebem as mínimas faíscas no olho de um filho.
Apenas passaram-se alguns anos e parece que foram esquecidos, os cuidados e a sabedoria que antes era referência para tudo na vida.
Aos poucos, a atitude dos filhos se torna cada vez mais impertinente.
Praticamente não ouvem mais os conselhos.
A cada dia demonstram mais  impaciência.
 Acham que os pais têm opiniões superadas, antigas.
Pior é quando implicam com as manias, os hábitos antigos, as velhas músicas.
E tentam fazer os velhos pais adaptarem-se aos novos tempos, aos novos costumes.
Quanto mais envelhecem os pais, mais os filhos assumem o controle.
Quando eles estão bem idosos, já não decidem o que querem fazer ou o que desejam comer e beber.
Raramente são ouvidos quando tentam fazer algo diferente. Passeios, comida, roupas, médicos, tudo, passa a ser decidido pelos filhos.
E, no entanto, os pais estão apenas idosos. Mas continuam em plena posse da mente.
Por que então desrespeitá-los?
Por que tratá-los como se fossem inúteis ou crianças sem discernimento?
E, no entanto, no fundo daqueles olhos cercados de rugas,há tanto amor.
Naquelas mãos trêmulas, há sempre um gesto que abençoa, acaricia.
A cada dia que nasce, lembre-se, está mais perto o dia da separação
Um dia, o velho pai já não estará aqui.
O cheiro familiar da mãe estará ausente.
As roupas favoritas para sempre dobradas sobre a cama, os chinelos em um canto qualquer da casa.
Então, valorize o tempo de agora com os pais.
Paciência com eles quando se recusam a tomar os remédios, quando falam interminavelmente sobre doenças, quando se queixam de tudo.
Abrace-os apenas, enxugue as lágrimas deles, ouça as histórias, mesmo que sejam repetidas, e dê-lhes atenção, afeto...
Acredite: dentro daquele velho coração brotarão todas as flores da esperança e da alegria.


Postado por Tainã
Departamento Litúrgico

domingo, 23 de outubro de 2011

A felicidade depende de você

Você já acessou o blog Direção Espiritual? Não? Então está perdendo tempo. A página é composta de por reflexões e músicas do Padre Fábio de Mello. As postagens são trechos do programa Direção Espiritual apresentado pelo Padre na TV Canção Nova todas as quinta-feiras a partir das 22 horas.


Abaixo segue uma das reflexões sobre a felicidade. O vídeo é um pouco longo, mas vale a pena assistir ou ouvir.




Postado por Emilin Grings

sábado, 22 de outubro de 2011

Zé e Jesus




Um homem que vivia sua vida na roça passava diante de uma Igreja e deixava sua enxada na porta, entrava e se colocava diante da imagem de Jesus na cruz, e olhava para ele e dizia: Jesus é o Zé e ia embora.

O padre daquela Igreja resolveu um dia perguntar aquele homem simples, analfabeto o que ele fazia diante da imagem todos os dias, sendo que ele não sabia rezar.

O homem respondeu ao padre: eu chego aqui olho para ele, ele olha pra mim eu digo Jesus é o Zé e vou embora.

Certo dia este simples homem adoece e fica internado por alguns dias.

As enfermeiras daquele hospital percebem que houve uma grande melhora em todos os pacientes.

E perguntam: porque vocês melhoram tão rápido assim.

Eles respondem que é por causa da visita que Zé recebe todos os dias.

As enfermeiras ficam admiradas pois nunca viram ninguém visitar o Zé.

Foram então ao quarto do Zé e perguntaram: quem te visita todos os dias sendo que nunca vi?.

E o Zé responde: sabe aquela cadeira que esta ali, pois é ele todo dia vem na mesma hora senta ali e fala Zé é Jesus e vai embora.

Moral da história: não precisamos ser doutores para podermos entrar em contato com Deus, todos somos filhos de Deus. Deus ama a todos iguais, mesmo você sendo analfabeto, pobre ou rico, ele sempre nos manda Jesus para nos visitar em nossas vidas e em nossas casas, basta a gente ser como o Zé da história deixar ele entrar, se sentar perto de nós e falar é Jesus e ir embora. Mas principalmente nunca devemos deixar Deus ir embora de nossas vidas.

Fonte : www.catequisar.com.br (mensagens de reflexão)

Postado por: Gustavo

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Dia de São Lucas

No último dia 18, foi o dia de São Lucas, que por acaso também é o santo que dá nome a minha equipe na gincana do pós-CLJ da Paróquia São José.

Bom, Lucas é um dos quatro evangelistas. O seu Evangelho é reconhecido como o do amor e da misericórdia. Foi escrito sob o signo da fé, nos tempos em que isso podia custar a própria vida. Mas falou em nascimento e ressurreição, perdão e conversão, na salvação de toda a humanidade. Além do terceiro evangelho, escreveu os Atos dos Apóstolos, onde registrou o desenvolvimento da Igreja na comunidade primitiva, relatando os acontecimentos de Jerusalém, Antioquia e Damasco, deixando-nos o testemunho do Cristo da bondade, da doçura e da paz.

Lucas nasceu na Antioquia, Síria. Era médico e pintor, muito culto, e foi convertido e batizado por são Paulo. No ano 43, já viajava ao lado do apóstolo, sendo considerado seu filho espiritual, Lucas tornou-se o relator do nascimento de Jesus, o principal biógrafo da Virgem Maria e o primeiro a expressá-la através da pintura.
São Lucas também é considerado patrono dos médicos.

A escolha de São. Lucas como patrono dos médicos e do dia 18 de outubro como "dia dos médicos", é comum a muitos países, dentre os quais Portugal, França, Espanha, Itália, Bélgica, Polônia, Inglaterra, Argentina, Canadá e Estados Unidos. No Brasil acha-se definitivamente consagrado o dia 18 de outubro como "dia dos médicos".

Retirado de: http://wiki.cancaonova.com 

SHALOM

Postado por: Douglas Monteiro

Quem não bebe se lembra do que fez e se orgulha disso




Na segunda-feira o Gabriel Knappe postou sobre o futebol cristão, jogo realizado entre os meninos do CLJ São José na última sexta-feira. Hoje é dia de falar de Festa Cristã. Mas não cito as consagradas como Natal, Páscoa ou os demais dias santos. Falo da festa que fizemos no sábado,15, em comemoração aos 15 anos da Franciele Borges do pós-CLJ.

Chamo de cristã, porque pelo menos para nós JOVENS LÍDERES CRISTÃOS, ela foi assim sem álcool ou namoros passageiros. Quem não precisa beber para fazer festa aproveita bem mais, pois se lembra do que fez quando acorda no dia seguinte e se orgulha disso. Orgulha-se por ter se divertido muito com seus amigos, de ter dançado, pulado, gargalhado...

Não existe festa melhor do que aquelas que fizemos com os nossos amigos. E o melhor do que estar com eles, é poder comemorar datas tão especiais quanto o aniversário de 15 anos da Fran. É de praxe que o CLJ faça uma homenagem à aniversariante. Dessa vez a gente filmou o pessoal cantando Unidos. Veja no vídeo abaixo.

E se fosse ainda não experimentou deixar-se envolver pelo clima da festa sem o consumo de bebida alcoólica, faça o teste. O resultado vale a pena.



Veja mais fotos no Orkut e no Flickr do CLJ São José

Postado por Emilin Grings

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Rezar é abrir-se a Deus

Ninguém se coloca sob o sol sem se queimar. Se tomar sol você vai sofrer as consequências dele. Com Deus acontece algo semelhante, ninguém se coloca na presença d'Ele sem ser beneficiado por ela. As marcas da presença do Todo-poderoso também são irreversíveis para a nossa salvação. Quando nós nos deixamos conduzir pelo Espírito Santo, Ele nos dá liberdade. Nunca o Senhor pensou em trazê-lo para perto d'Ele para tirar algo de você, muito menos para limitar a sua liberdade. Se Ele não quisesse que fôssemos livres, por que teria nos criado livres?

Nossa liberdade ficou comprometida por nossa própria culpa, porque quem peca se torna escravo do pecado. Pelos erros e pelos vícios que entram em nossa vida ficamos debilitados. O Pai nos deu Cristo para nos libertar daquilo que nos amarra. Deus nos mostra quais caminhos podemos seguir, mas a liberdade de escolher é nossa. O desejo do Senhor é libertar você de toda a angústia, de toda a opressão. O desejo d'Ele é vê-lo feliz.

Veja em Gálatas 5,1: "É para que sejamos homens livres que Cristo nos libertou. Ficai, portanto, firmes e não vos submetais outra vez ao jugo da escravidão".
Cristo amou você, morreu numa cruz por sua causa, para que você não fosse escravo do pecado. O Ressuscitado nos libertou de todo o mal, de toda armadilha do inimigo para que permaneçamos livres. Contudo, ninguém é livre na maldade. Uma vez que o Espírito Santo visitá-lo, não dê brecha para o pecado.

Quem conhece as coisas que há no homem, senão o espírito do homem que nele reside? (cf. Coríntios 2, 10-16). Assim também ninguém conhece as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.

Ninguém pode saber o que está em seu interior se você não abrir a boca e disser. Quando você reza, Deus Pai o refaz e o Espírito Santo o cura e liberta. Rezar é ficar nu na presença de Deus, é se abrir a Ele. Quando você está rezando, coloca-se na presença do Altíssimo, se expõe e é curado. Quando você tira a roupa diante do espelho, vê o que quer e o que não quer. Na hora em que estamos rezando, caem as nossas roupas - espiritualmente falando - e, do mesmo modo, vemos aquilo que queremos e o que não queremos. Tudo que eu faço de mau volta para mim no momento da oração. As feridas que nós ignoramos, na oração não conseguimos ignorá-las, porque, nesse momento, Deus as revela para nós ao nos curar. No momento em que o Senhor me mostra quem eu sou, Ele também mostra quem Ele é. Se Ele me revela uma coisa que não está boa, é porque é preciso consertá-la.

Na oração nós aprendemos a ouvir o Senhor. Não existe ninguém que, tendo rezado, Deus não o tenha respondido. E se Ele não lhe responde diretamente, vai fazê-lo por meio de uma pessoa ou de um fato, mas Ele responde. Nós precisamos aprender a ouvi-Lo na oração para conhecermos os planos que Ele tem para nossa vida.

Eu e você precisamos, na oração, pedir ao Espírito Santo que nos faça descobrir o que está ruim ali dentro. Deus sabe o quando você foi machucado e sabe como curá-lo.
A nossa vida inteira é um processo de cura interior. Enquanto você estiver com os pés aqui nesta terra, sua vida será um processo de cura interior. Nós temos que nos apresentar diante de Deus.
O Todo-poderoso tem um plano na sua vida, um plano de amor, um plano de realização e de felicidade para você. Se você não abre o seu coração para a oração, corre o sério risco de morrer sem conhecer o plano que Deus tinha para você.

Fonte: Canção Nova



Postado por: Maurilia

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Canção da Paz

Galera, achei bem interessante a  letra dessa música, ela fala sobre Paz e sobre as crianças, espero que gostem (:
.
Eu quero cantar as cantigas,
Brincar de ciranda no espaço
Usar aquarela da vida
Pra pintar milhões de abraços
Trabalho é só no futuro
Violência só conheço de nome
Depois da lição um suspiro
Um lanchinho pra matar a fome...
Nada de passa grana e sim passa bola
Não pro farol e sim pra escola
Plantar o respeito e colher cidadãos
Criança perdida só no pique esconde
Sem bala perdida, sem frio e sem fome
Futuro decente ao alcance das mãos
Violência é criança não poder brincar
Sem teto sem sonho sem acreditar
Num mundo decente e mais justo eu sei
A paz é um rio de água corrente
Sacia a cede de vida da gente
A paz ao meu ver deveria ser lei

Paz, a juventude pede paz
Paz, que essa planta cresça mais e mais
Paz, nossas crianças pedem paz,
Paz, vem como as folhas q essa brisa traz
PAZ!!






                                                                                    Postado por: Luana
                                                                                                                             Fonte: Vagalume e Youtube

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Futebol Cristão

            



Sexta-feira, 14/10/2011, foi organizado um jogo de futebol entre os participantes do Pós-CLJ. Como diz o título da postagem, foi um "futebol cristão", sem nenhuma briga, nem discussão. Todos jogaram apenas para se divertir, sem aquela rivalidade que vemos na maioria dos jogos. Esperamos agora dar continuidade aos jogos. Participem! 


Shalom!





Postado por Gabriel Knappe
Departamento Litúrgico

sábado, 15 de outubro de 2011

Ainda Que a Figueira

Hoje escolhi 2 vídeos com 2 músicas que encontrei no youtube essa semana.
Ainda Que a Figueira e Uma Nova História ambas fazem parte do DVD de Fernandinho o mesmo da música Temos que ser um ( que marcou na última romaria na interpretação do folclore do CLJ)
Achei as músicas bacanas e com letras legais, espero que curtam.


                        Ainda Que a Figueira - Gravação do DVD Uma Nova História em Betim/MG




                          Uma Nova História - Gravação do DVD Uma Nova História em Betim/MG



Postado por: Gustavo


sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Perdão, coisa de gente inteligente

Uma de nossas reações mais comuns diante do sofrimento é a busca de justificativas e de culpados para tais situações. Não é fácil lidar com a dor, mais difícil ainda é enfrentar perdas e injustiças. Qual o pai que, ao perder seu filho em um assassinato, não ficará revoltado? A dor humana é compreensível e não pode ser pormenorizada, porém, precisamos aprender a trabalhá-la em nós.
Diante da injustiça, a mágoa e a revolta são consequências reais, contudo, a história nos revela que tais realidades são apenas consequências da dor e não um remédio para ela.
A violência sempre gerará mais violência, desencadeando assim um gradativo processo de disseminação do ódio, o qual, por sua vez, nunca encontrará o seu fim.
Mas como finalizar esses processos inaugurados pelo ódio? Para a violência se ausentar faz-se necessário a consciência de que um dos lados precisará ceder, perdoando.
Somos muito orgulhosos, em consequência do pecado original enraizado em nós e, por vezes, contemplamos as situações somente a partir do ângulo de nossas próprias razões. Nunca queremos dar o “braço a torcer” e queremos sempre ter a razão nas situações. E, muitas vezes, até a [razão] possuímos mesmo, contudo, “amar significa perder para ganhar” e perdoar é abrir mão da própria razão por uma realidade mais nobre. 
Por mais injustiça que tenhamos experienciado, a atitude mais racional diante dessa realidade é o perdão. Por quê? Porque a mágoa nos torna pequenos e empobrecidos demais, além de ser a raiz de inúmeras enfermidades (segundo muitas comprovações científicas). O portador do ódio é sempre o mais prejudicado. Quando estamos magoados pensamos na pessoa que nos causou a dor durante as 24 horas do dia e acabamos por “aprisioná-la” dentro de nós.
Aquele que alimenta o ódio enxerga apenas a si mesmo e o seu sofrimento, fragmentando assim a própria existência e deixando de lado outras realidades essenciais. Quem vive magoado não tem qualidade de vida, não tem paz…
Perdoar é extinguir a trama de angústias que o ódio produz em nós, é libertar-se para descobrir a beleza até mesmo na desventura.
Sei que, em determinadas situações, o perdão não é coisa fácil, porém, perdoar é uma questão de decisão e não de sentimento. A graça de Deus não nos desampara, ela está sempre pronta a auxiliar aqueles que desejam verdadeiramente viver a reconciliação.
Não percamos mais tempo: libertemo-nos de toda mágoa! Existe muita vida para se viver e ainda muita alegria/realização para se conquistar.

Fonte: Canção Nova

SHALOM

Postado por: Douglas Monteiro

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Ser jovem ou ser santo



   Muitos jovens dizem que a juventude é "curtir a vida", e se escolhemos a santidade, deixamos de ser jovem, não curtimos a vida, mas na verdade o que é "curtir a vida"?É ficar bêbado, fazer coisas que nos deixam longe de Deus? NÃO! Podemos ser jovens e santos, nossa vida depois que damos o nosso "SIM" a Deus, nossa vida é tão maravilhosa quanto antes do "sim",  ouso dizer, que ela fica melhor quando abrimos as portas do nosso coração á Jesus, por isso eu digo ser jovem é também ser santo!
  Estar em comunhão com Jesus, é muito bom, quando damos nosso "SIM", abrimos mão de algumas coisas, mas de coisas ruins, que nada nos proporciona de bom, por isso não deixe de seguir Jesus, NUNCA!


Carta aos Jovens, João Paulo II

"Precisamos de Santos sem véu ou batina. Precisamos de Santos de calças jeans e tênis. Precisamos de Santos que vão ao cinema, ouvem música e passeiam com os amigos.

Precisamos de Santos que coloquem Deus em primeiro lugar, mas que se "lascam" na faculdade.

Precisamos de Santos que tenham tempo todo dia para rezar e que saibam namorar na pureza e castidade, ou que consagrem sua castidade.

Precisamos de Santos modernos, Santos do século XXI com uma espiritualidade inserida em nosso tempo.
Precisamos de Santos comprometidos com os pobres e as necessárias mudanças socias.

Precisamos de Santos que vivam no mundo se santifiquem no mundo, que não tenham medo de viver no mundo. Precisamos de Santos que bebam Coca-Cola e comam hot dog, que usem jeans, que sejam internautas, que escutem discman.

Precisamos de Santos que amem a Eucaristia e que não tenham vergonha de tomar um refri ou comer pizza no fim-de-semana com os amigos.

Precisamos de Santos que gostem de cinema, de teatro, de música, de dança, de esporte.
Precisamos de Santos sociáveis, abertos, normais, amigos, alegres, companheiros.

Precisamos de Santos que estejam no mundo; e saibam saborear as coisas puras e boas do mundo mas que não sejam mundanos".

Papa João Paulo II.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Inscrições para concurso de logo da JMJ 2013 encerra no fim do mês

Não percamos tempo pessoal, usemos nossa CRIATIVIDADE A SERVIÇO DA EVANGELIZAÇÃO!

Esta é a proposta do concurso que irá escolher a logomarca da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013, evento que reunirá jovens do mundo inteiro no Rio de Janeiro, na segunda quinzena de julho de 2013.

            A idéia do concurso é estimular as pessoas de todo o mundo a mostrarem, com todo o seu talento, o rosto jovem da Igreja. Até o dia 31 de outubro de 2011, os trabalhos deverão ser encaminhados pelos Correios para o Setor de Comunicação do Instituto JMJ RIO (Rua Benjamin Constant, n° 23/ 7° andar – Glória - Cep 20241-150). Vale ressaltar que não haverá inscrição pela internet, mas exclusivamente pelos Correios.

            Serão selecionados os cinco melhores trabalhos, que serão enviados para o Pontifício Conselho para os Leigos, no Vaticano, a quem cabe a escolha final da logo vencedora. A divulgação do resultado está prevista para o dia 3 de dezembro de 2011, em solenidade no Santuário Cristo Redentor (RJ).

            Como inspiração, os participantes terão o lema da JMJ Rio2013: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28,9), que deverá nortear os trabalhos. A logo deverá também ser representativa do Rio de Janeiro, ser um desenho original e inédito; incluir as siglas JMJ2013; refletir a identidade cristã do evento; deve conter uma cruz ou referência clara e inequívoca ao símbolo.

            Vale ressaltar que o concurso não envolve premiação. A proposta é estimular a participação de todos em cada passo de construção da Jornada Mundial da Juventude, no Rio. Em vista disso, o edital sofreu algumas alterações, e já esta disponível no site. Confira o regulamento retificado para o concurso no site oficial da JMJ: www.rio2013.com.

Postado por: Dep. Liturgia

domingo, 9 de outubro de 2011

CLJ dá show na 17ª Romaria





Os jovens do CLJ São José participaram em peso da 17ª Romaria Mãe do Redentor neste domingo, 09. Os integrantes do movimento fizeram a caminhada. Após o almoço estavam responsáveis pelo terço meditado, onde o Departamento de Folclore cantou diversas músicas de animação e reflexão.

Neste ano, o tema da Romaria era "Com Maria há 20 anos mostrando o rosto de Cristo". O evento contou com a participação do núncio apostólico, representante do Papa no Brasil, Dom Lorenzo Baldisseri. Esta foi também a última romaria puxada pelo bispo dom Irineu Wilges, que completou 75 anos e está se aposentando. Pelo menos 50 mil pessoas participaram da caminhada.



sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Deus é como açucar






     Um certo dia um homem foi em uma escola falar de Deus.
     Chegando lá perguntou se as crianças conheciam a Deus, e elas responderam que sim. 
     Continuou a perguntar e elas disseram que Deus é o nosso pai, que ele fez o mar, a terra e tudo que está nela, que nos fez como filhos Dele, etc.
       E o homem se impressionou com a resposta dos alunos e foi mais longe: “Como vocês sabem que Deus existe, se nunca ninguém O viu?” 
      A sala ficou toda em silêncio, mas Pedro, um menino muito tímido, levantou as mãozinhas e disse: “A minha mãe me disse que Deus é como o açúcar no meu leite que ela faz todas as manhãs. 
       Eu não vejo o açúcar que está dentro da caneca no meio do leite, mas se ela tira, fica sem sabor. 
       Deus existe, e está sempre no meio de nós, só que não O vemos; mas se Ele sair de perto, nossa vida fica sem sabor...” 
       O homem sorriu e disse: “Muito bem Pedro, eu agora sei que Deus é o nosso açúcar e que está todos os dias adoçando a nossa vida...” Deu a bênção e foi embora da escola surpreso com a resposta daquela criança. 
      Jesus quer tornar a nossa vida muito abençoada, mas para que isso aconteça é necessário deixarmos que Deus faça milagres e uma grande transformação em nosso coração. Bom dia a todos, e não esqueçam de colocar "AÇÚCAR" em suas vidas!

Mensagem enviada por: Ariana Serra 
Coordenadora da Catequese 
Paróquia São José Operário 
Jaboticabal - SP  
Retirado do site- www.catequisar.com.br


Postado por: Gustavo

Oração dos jovens

Nesta Romaria que se aproxima, que nos dedicamos a sermos melhores, que aproveitemos-la, que vivamos de corpo e alma essa experiência e principalmente que oremos e nos aproximemos mais de Jesus e de Maria, sua mãe.
Abaixo listo uma oração especialmente para nós jovens:

Senhor, obrigado por esta fase maravilhosa da minha vida, pelos sonhos que ardem no meu coração, pela sabedoria, pelo dinamismo e pelas milhares de idéias que me ocorrem a cada dia.
Ajuda-me a vencer e a superar todos os obstáculos interiores e exteriores que estão diante de mim, dá-me uma visão de águia para ver muito além dos meus olhos naturais.
Peço-te sabedoria para investir minha vida na profissão certa, na escolha da pessoa certa para ser meu companheiro(a). Quero te agradecer porque pela tua graça e bondade posso ser um(a) jovem vencedor(a) e realizado(a).
Em nome de Jesus, o Senhor e Salvador,
                                                                           Amém.


 Retirado de: http://www.jesuseamor.com/oracoes/oracao-dos-jovens/
  
 SHALOM

Postado por: Douglas Monteiro 

 

Romaria Mãe do Redentor

Ontem, eu descobri que nossa religião é abençoada, porque tem Mãe, Maria nossa mãe, aquela mãe que nos ama, e por esse amor tão grande que ela rem por nós, resolvemos retribuir, com a Romaria Maria Mãe do Redentor, um dia especial para ela, já estamos na 17ª edição da Romaria, com o lema do ano: "A 20 anos mostrando o rosto de Cristo".
 E no dia 9 de outubro, celebraremos o amor de nossa Mãe, e o interessante é que pessoas de va´rias religiões vão a Romaria, porque ela é mãe de todos nós, então convido você a participar dessa festa para ela, com a saída na frente da Catedral ás 9:00h, com a missa ás 11:00.


Postado por: Maurilia

Fazer da música uma oração

“Só de Deus, por meio da oração, vem toda nossa força. Rezar não é pedir, rezar é a respiração da alma. A comida não é tão necessária ao corpo quanto a oração para a alma. Rezar é estar com Deus. A música faz parte da natureza, com ela podemos não só apreciar o belo, como também curar o corpo e a mente; por isso o músico sacro precisa ser um contemplativo. 
A música é o melhor canal para unir os povos, as diferenças e o barulho dispersam, espalham e esbanjam e o silêncio recolhe, recupera e condensa. Aquele que não sabe colocar sua vida na zona de silêncio não tardará a viver na superfície da alma. Quanto mais uma pessoa receber no silêncio, tanto mais ela realizará na ação. Faça a cada dia silêncio em sua alma; essa é uma condição essencial para a gente viver realmente. Coloquemo-nos diante de Deus em silêncio para que Ele nos diga o que acha da nossa vida e o que deseja realizar em nós.

Quando a gente se enche de Deus as pessoas percebem a diferença!"

Abaixo, segue uma música que sempre que escuto me sinto mais próxima de Deus, fazendo dela uma das minhas maiores orações. O nome da música é O Deus de Minh'alma e quem canta é Toca de Assis.

 

Postado por: Jéssica
Fonte: Canção Nova

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Santo do dia: São Francisco de Assis


Francisco nasceu em Assis, na Úmbria (Itália) em 1182. Jovem orgulhoso, vaidoso e rico, que se tornou o mais italiano dos santos e o mais santo dos italianos.

Com 24 anos, renunciou a toda riqueza para desposar a "Senhora Pobreza". Aconteceu que Francisco foi para a guerra como cavaleiro, mas doente ouviu e obedeceu a voz do Patrão que lhe dizia: "Francisco, a quem é melhor servir, ao amo ou ao criado?". Ele respondeu que ao amo. "Porque, então, transformas o amo em criado?", replicou a voz. No início de sua conversão, foi como peregrino a Roma, vivendo como eremita e na solidão, quando recebeu a ordem do Santo Cristo na igrejinha de São Damião: "Vai restaurar minha igreja, que está em ruínas".

Partindo em missão de paz e bem, seguiu com perfeita alegria o Cristo pobre, casto e obediente. No campo de Assis havia uma ermida de Nossa Senhora chamada Porciúncula. Este foi o lugar predileto de Francisco e dos seus companheiros, pois na Primavera do ano de 1200 já não estava só; tinham-se unido a ele alguns valentes que pediam também esmola, trabalhavam no campo, pregavam, visitavam e consolavam os doentes.

A partir daí, Francisco dedica-se a viagens missionárias: Roma, Chipre, Egito, Síria... Peregrinando até aos Lugares Santos. Quando voltou à Itália, em 1220, encontrou a Fraternidade dividida. Parte dos Frades não compreendia a simplicidade do Evangelho. Em 1223, foi a Roma e obteve a aprovação mais solene da Regra, como ato culminante da sua vida.

Na última etapa de sua vida, recebeu no Monte Alverne os estigmas de Cristo, em 1224. Já enfraquecido por tanta penitência e cego por chorar pelo amor que não é amado, São Francisco de Assis, na igreja de São Damião, encontra-se rodeado pelos seus filhos espirituais e assim, recita ao mundo o cântico das criaturas.

O seráfico pai, São Francisco de Assis, retira-se então para a Porciúncula, onde morre deitado nas humildes cinzas a 3 de outubro de 1226. Passados dois anos incompletos, a 16 de julho de 1228, o Pobrezinho de Assis era canonizado por Gregório IX.


São Francisco de Assis, rogai por nós!

Fonte: Canção Nova
Postado por: Jéssica

Gincana movimenta pós-CLJ até o fim do ano

Em dezembro do ano passado, ocorreu uma atividade semelhante 
Lucas, João, Marcos e Mateus. Não é um estudo sobre os evangelhos da Bíblia. São as quatro equipes da gincana que vai envolver o pós-CLJ até o fim deste ano. Os jovens foram divididos no último sábado.

A competição vai pontuar o tripé do movimento engajando os participantes em atividades de estudo, piedade e ação. A organização fica por conta dos tios.

A partir deste sábado as tarefas serão postadas aqui no blog do CLJ São José. Então vale a pena ficar ligado na página para não perder nenhum detalhe da gincana.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

A Parábola da Rosa



Um homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente. Antes que ela desabrochasse, ele a examinou e viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou: "Como pode uma flor tão bela vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados?".  Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa e antes mesmo de estar pronta para desabrochar ela morreu.
Assim é com muitas pessoas. Dentro de cada alma há uma rosa: São as qualidades dadas pelo Criador. Dentro de cada alma temos também os espinhos: São as nossas faltas.
Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos, os defeitos. Nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior. Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e conseqüentemente, isso morre. Nunca percebemos o nosso potencial. Algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas. Portanto alguém mais deve mostrar a elas.
Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas. Esta é a característica do amor.Olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras qualidades. Aceitar aquela pessoa em sua vida, enquanto reconhece a beleza em sua alma e ajudá-la a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições. Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa, elas superarão seus próprios espinhos.  Só assim elas poderão desabrochar muitas e muitas vezes.

                                                 "Não desprezes o dom que há em ti…"(1TM 4:14)


Parábola retirada do site: http://estudoscristaos.com


Postado por: Gabriel Knappe
Dep. Litúrgico

Ter amigos é saudável, diz estudo

a


A postagem é um pouco longa, mas vale a pena ler até o fim.

Se tu tens amigos irmãos esse estudo vai demonstrar o quanto tu és rico. Em 1937, na Universidade Harvard, começou o maior estudo já realizado sobre a saúde humana. O projeto, que continua até hoje, acompanha milhares de pessoas. Voluntários de todas as idades e perfis, que têm sua vida analisada e passam por entrevistas e exames periódicos que tentam responder à pergunta "o que faz uma pessoa ser saudável?"

A conclusão é surpreendente. O fator que mais influi no nível de saúde das pessoas não é a riqueza, a genética, a rotina nem a alimentação. São os amigos. "A única coisa que realmente importa é a sua aptidão social - as suas relações com outras pessoas", diz o psiquiatra George Valliant, coordenador do estudo há 30 anos.

Os amigos são o principal indicador de bem-estar na vida de alguém.Ter laços fortes de amizade aumenta nossa vida em até 10 anos e previne uma série de doenças. Pessoas com mais de 70 anos têm 22% mais chance de chegar aos 80 se mantiverem relações de amizade fortes e ativas - e ter amigos ajuda mais nisso do que ter contato com familiares.

Existe até uma quantidade mínima de amigos para que você fique menos vulnerável a doenças, segundo pesquisadores da Universidade Duke. Quatro. Gente com menos de cinco amigos tem risco dobrado de doenças cardíacas. Isso acontece porque a ocitocina - lembra-se dela? -, aquele hormônio que estimula as interações entre as pessoas, age no corpo como um oposto da adrenalina.

Enquanto a adrenalina aumenta o nível de estresse, a ocitocina reduz os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea, o que diminui a probabilidade de ataques cardíacos e derrames. E pesquisas feitas nos EUA constataram que a ocitocina também aumenta os níveis no sangue de interleucina, componente do sistema imunológico que combate as infecções.

Por isso, tão importante quanto ter amigos do peito é fazer novas amizades durante toda a vida. Durante a adolescência, passamos quase 30% do nosso tempo com amigos. A partir daí, a vida vai mudando, novas obrigações vão surgindo - até que passamos a dedicar menos de 10% do tempo aos amigos. Se você acha que isso é uma coisa ruim, acertou.

Uma pesquisa da Universidade de Princeton revelou que as pessoas consideram seu tempo com amigos mais agradável e importante do que o tempo gasto com sua família.

O economista Andrew Oswald, da Universidade de Warwick, criou uma fórmula para calcular quanto dinheiro seria preciso ter para compensar a falta de amigos. Numa pesquisa com voluntários, Oswald descobriu que as pessoas se consideram mais felizes quando ganham aumento de salário ou fazem um novo amigo. Até aí, nada de novo. Mas ele resolveu cruzar as duas informações e chegou a uma conclusão: ganhar um amigo equivale a receber R$ 134 mil a mais de salário anual.

Peça isso de aumento na próxima vez em que você tiver de fazer hora extra e não puder ir encontrar seus amigos no bar. Ou, então, faça mais amigos no próprio trabalho. Sim, esse tipo de amizade existe e também é superimportante. Quem tem um amigo no trabalho se sente sete vezes mais envolvido com o que faz, 50% mais satisfeito e até duas vezes mais contente com o pagamento que recebe. Pessoas que possuem três ou mais amigos no trabalho têm 96% mais chance de estar satisfeitas com a vida.

Ter amigos só traz benefícios. Quanto mais, melhor. Mas há um limite. Um estudo feito na Universidade de Oxford comparou o tamanho do cérebro humano, mais precisamente do neocórtex (área responsável pelo pensamento consciente), com o de outros primatas. Ele cruzou essas informações com dados sobre a organização social de cada uma das espécies ao longo do tempo. E chegou a uma conclusão reveladora: 150 é o máximo de amigos que uma pessoa consegue ter ao mesmo tempo.

Para que você mantenha uma amizade com alguém, precisa memorizar informações sobre aquela pessoa (desde o nome até detalhes da personalidade dela), que serão acionadas quando vocês interagirem. Por algum motivo, o cérebro não comporta dados sobre mais de 150 pessoas. Os relacionamentos que extrapolam esse número são inevitavelmente mais casuais. Não são amizade. Outros pesquisadores foram além e constataram que, dentro desse grupo de 150, há uma série de círculos concêntricos de amizade: 5, 15, 50 e 150 pessoas, cada um com características diferentes.

A postagem completa no blog do Tio Carlinhos.