quinta-feira, 31 de março de 2011

Amanhã talvez já não terás tempo ...



Nos dias atuais é pedir para ser tachado de louco ou “extremista” aquele que prefere passar seu tempo longe de conversas fúteis, de festas intermináveis, de programas televisivos de baixo nível (difícil é encontrar programa de alto nível, mas isso é outra história).

Quando eu penso que Ele irá pedir conta de cada palavra, de cada gesto meu...

É difícil mesmo ficar longe das conversas fúteis (a maioria das conversas são realmente superficiais). É difícil ser tachada de chata, estranha ou fanática religiosa. Por isso terminamos tantas vezes sucumbindo. Queremos agradar as pessoas à nossa volta e nessa ânsia de aceitação terminamos por desagradar justamente Aquele a quem devemos agradar em primeiro lugar! Não é louco isso?

Quando penso que é a Ele em primeiro lugar que eu devo satisfação sobre minha vida, então fica menos difícil declinar certos convites, deixar de participar de certas conversas. A vida não é fácil mesmo, ninguém disse que seria. Temos que pedir a Deus forças para não cair, forças para fazer o que precisa ser feito e não deixar nada para amanhã. Porque o amanhã neste mundo pode ser que não venha.



Postado por: Diuly B.

Um comentário:

  1. Correto!
    Na verdade o tempo presente não é um passado em potência, ele é o momento da escolha e da ação, é quando nossas escolhas influenciarão diretamente no nosso futuro. A hora é agora e o dia é hoje... realmente, junto de Deus tudo é um "PRESENTE"...
    Assim, quais são as nossas ações e decisões que nos asseguram um tempo longo e duradouro junto do Pai?
    Pensem nisso! Um feliz e abençoado presente a todos...
    Shalom!

    ResponderExcluir