quinta-feira, 24 de março de 2011

SEXO ANTES OU DEPOIS DE CASAR?

Como a fé orienta os jovens a se preservar



Um dos ditos populares mais antigos prega que política, religião e futebol não se discutem. No entanto, há programas de TV que só falam de bola, a política cada vez mais faz parte do cotidiano global com o crescimento da comunicação e a fé esteve sempre presente em temas polêmicos. Um deles é em relação ao sexo e à sua prática. Enquanto a igreja prega que os jovens se preservem e esperem o casamento, há um notório crescimento de casos precoces de descoberta do sexo.
E com isso vêm casos inesperados e problemáticos, como uma gravidez não planejada e episódios que podem ser ainda mais traumáticos – como contrair uma doença sexualmente transmissível. Então, de um lado está o pensamento de que esperar é careta. Do outro, a fé aconselha a esperar.


E você, de que lado está?




Mariana frisa que existe idade para tudo - Ela vai esperar!


Mariana Brum Figueiredo Vieira, 14 anos, decidiu que irá esperar pelo casamento para iniciar sua vida sexual. A garota conta que praticamente nasceu dentro da igreja, já que o seu pai foi pastor evangélico. Estudante da Escola Rio Jacuí, a garota é antenada nas novidades do mundo digital, mas nem por isso pensa em acelerar as coisas.
“Meu pai sempre fala que existe uma idade certa para tudo e acredito nisso. Acho errado quem faz isso muito novo porque amor é coisa séria e é preciso ter maturidade para não fazer bobagem”, comenta. Mari conta que já teve um namorado, mas que apesar disso jamais beijou. Ela namorou por três meses e saía com o rapaz na companhia dos seus pais. “Existem casais assim na igreja”, diz ela.


TÁ LIGADO



Antigamente, os costumes eram tão restritivos quanto ao lance do sexo antes do casamento que algumas noivas não vestiam branco, por serem consideradas impuras, conforme o entendimento da época.



SE LIGA



Formigão buscou entrevistas com pastores evangélicos e com o bispo dom Irineu Wilges, para abordar o assunto. Confere aí:



Pastor Marcos e pastora Aline Freitas, da Igreja Evangélica Embaixadores de Cristo.


Qual a visão da igreja sobre o sexo?
A igreja evangélica tem a Bíblia como base: ensinamos o que a Palavra de Deus diz. A igreja não recrimina quem pratica o sexo, pregamos para que o jovem espere para que o sexo aconteça com amor depois do casamento.
O jovem deve esperar?
O certo é que o jovem espere. Orienta-se que os jovens não namorem sozinhos, devem estar com amigos e familiares. A igreja evangélica não tem preconceito. O seu papel é preservar o jovem dessa sociedade evoluída, que transmite na mídia o sexo como algo normal, apressado.
E o uso do anticoncepcional e da pílula, pode?
Aceitam-se todas as formas de proteção. A camisinha é a melhor forma para prevenir DSTs.
Acham que o jovem se afastou da Igreja por causa de suas proibições?
O jovem acha a igreja é careta, ela se fechou demais em todos os quesitos e não criou espaço para os jovens?
Na Embaixadores de Cristo, há cerca de 150 jovens, onde promovem encontros, como luaus, festas de video-game, colocam telões e assistem filmes.
Fala, bispo Dom Irineu!

Qual é a visão da Igreja sobre o sexo?

A visão da igreja é a visão da Bíblia, que é por sua vez a visão de Deus. Deus criou o homem e a mulher. Eles são a obra prima da criação. Só eles foram criados à imagem e semelhança de Deus. Deus os criou homem e mulher sexuados. Logo, o sexo é belo e querido por Deus. Disse: “Crescei e multiplicai-vos”. Colocou assim a finalidade do sexo. Sexo não é um esporte, nem uma droga. Como é bonito o rapaz e a moça se preservarem para o casamento. Destacamos que a própria Bíblia nos diz que há tempo para tudo. Uma fruta jamais deve ser colhida antes do tempo, pois não terá o mesmo sabor e o mesmo valor.

O jovem deve esperar?
Sim! O jovem deve preservar-se para o matrimônio. É uma lei de Deus. A sociedade contemporânea idolatra os deuses do ter, poder e prazer, prática que nos demonstra todos os dias estar equivocada. Basta olharmos o número de jovens frustrados, doentes, com filhos não planejados, famílias desestruturadas. Também os jovens esqueceram que seu corpo é templo do Espírito Santo e o maculam diariamente. A virgindade preservada até o casamento é um ato de amor, de respeito para com o próprio jovem e com a pessoa escolhida como aquela com quem queremos viver a vida toda. Tivemos a alegria de conversar com muitos noivos no dia do seu matrimônio e nenhum deles se diz arrependido de ter se preservado e se guardado para aquele dia, pelo contrário, seus testemunhos são belos e uma verdadeira prova de amor. O próprio corpo feminino é provido de um órgão que demonstra não ter havido entregas anteriores.
O uso da camisinha e do anticoncepcional pode?

A igreja propõe e orienta para os métodos naturais, que são os mais saudáveis e mais baratos. Sabe-se de doenças que são causadas pelo uso dos anticoncepcionais que alteram o metabolismo do corpo humano deixando sequelas irreparáveis principalmente as mulheres. Como a igreja não prega o sexo livre e descontrolado, fora do matrimônio, ela não indica o uso da camisinha.
A igreja prega o sexo responsável. O uso da camisinha está restrito àquelas situações orientadas pelo papa Bento XVI, em caso de prostituição, com vistas em reduzir o risco de infecções. Não sendo verdadeira, portanto, a afirmativa que o papa liberou o uso do preservativo.

O senhor acha que o jovem se afastou da Igreja por causa das proibições da Igreja?

Não. O que vejo é o aumento do número de jovens procurando a igreja, justamente porque não encontraram respostas para os seus anseios e seus problemas no mundo. Cresce o número de jovens aderindo aos nossos movimentos, serviços e pastorais. Observe os inúmeros projetos que a Juventude Católica realiza nos nossos hospitais, creches, asilos e que não se constrangem em mostrar o rosto jovem de Deus. Pergunte a um destes jovens que se ele está triste porque não idolatra aos deuses do ter, poder e prazer... Consulte a um jovem se ele tem vergonha de mostrar aos seus amigos e colegas o rosto jovem de Jesus Cristo que é o seu verdadeiro líder e ideal.
A igreja hoje acolhe o jovem do jeito que ele é... Respeita a sua maneira de ser, porém, o indica os valores e os preceitos cristãos. Há uma grande confusão em momentos de alegria e prazer, com felicidade. A felicidade é um estado de espírito e as pessoas a confundem com momentos de prazer, libertinagem ou de falsa alegria e satisfação.
Comentários
23/03/2011 02:33
DIÁCONO CARLINHOS:

Gostaria de "ratificar" as palavras de Dom Irineu... talvez, até por algum momento os jovens tenham se afastado da Igreja... mas o que vemos hoje é o contrário... são os jovens voltando, buscando a igreja... e não apenas se fazendo presente... mas sendo protagonistas e agentes da transformação da realidade social onde está inserido... Se me permitem indicar um endereço eletrônico, visitem o BLOG DO CLJ da Paróquia São José - Diocese de Cachoeira do Sul e vejam os textos que são postados e comentados pelos próprios jovens: http://cljparoquiasaojose.blogspot.com/

Nossos jovens hoje, não mais assistem a banda passar... mas estão nos hospitais, nas clínicas, nos asilos, nas creches, nas escolas... mostrando o rosto jovem de Deus... fazendo exatamente aquilo que o Papa João Paulo II pediu... que eles sejam do mundo, sem serem mundanos...

Parabéns aos nossos irmãos evangélicos também pelo belo testemunho...

Parabéns Mariana pela tua coragem... que Deus te abençoe, hoje e sempre...

Shalom!

Fonte:
Jornal FORMIGÃO - http://www.jornalformigao.com.br/
Postado por Diácono Carlinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário