quinta-feira, 7 de abril de 2011

Não julgue o livro pela Capa!

Era uma vez um livro, todo cheio de poeira no canto da estante da biblioteca antiga, sua capa era grossa e envelhecida...

As aparências enganam, julgar algo ou alguém sem motivo ou sem prova concreta de conhecimento sobre tal pode até ser um coisa sem importância, mas não é .

Julgar é uma coisa séria, o falso julgamento pode ser considerado crime em nossa sociedade perante a justiça, segundo a lei crimes que violam a honra: a Calúnia ( art. 138 ) , a Difamação ( art. 139 ) e a Injúria ( art. 140 ).

E segundo a lei de Deus, 
“Não levantar falso testemunho” julgando seu próximo, dizendo que ele é isso, aquilo ou coisa e tal.

Só Deus é justo e tem o poder de julgamento, completo a frase na palavra em Salmos 96,10 
“Dizei entre os gentios que o SENHOR reina. O mundo também se firmará para que se não abale; julgará os povos com retidão."

Ao escrever esse texto eu lembrei daquelas pessoas que eu julguei sem as conhece-las, fazendo minha alto rotulação, fulano é isso, é assim, ou assado. Me lembrei também que virei amigo de verdade daqueles que julguei errado e quantas e quantas vezes fui julgado.

Talvez você, assim como eu, tenha julgado sem conhecer ou tenha sido julgado, lembra daquele livro velho, esquecido, que por esta assim, nessa situação você não pegou para ler. Pois é, talvez ele tenha uma linda e especial história pra você...
.

Postado Por Diuly B.

Fonte: Blog católico 

2 comentários:

  1. Parabéns Diuly!
    Excelente texto e principalmente pela sua interpretação como a que fizestes na Capela do Santíssimo la no hospital... realmente estás inspirada pelo Espírito Santo...
    Mas também, sobre o que falamos na Serenata ontem eu relembro um texto que está no blog e eu o escrevi algum tempo atrás: O DEMONIO AINDA EXISTE? http://cljparoquiasaojose.blogspot.com/2010/10/o-demonio-ainda-existe.html e também em cima do que a gente comentou: UMA OPÇÃO PELO MAL! http://cljparoquiasaojose.blogspot.com/2010/09/uma-opcao-pelo-mal.html
    Mais uma vez parabéns, realmente fizeste uma interpretação muito correta da leitura...
    E PARA NÓS QUE ESTAMOS LENDO... O QUE PENSAMOS SOBRE ISSO TUDO? QUE TAL POSTARMOS NOSSAS OBSERVAÇÕES NO BLOG?

    ResponderExcluir
  2. Eu, quase sempre faço pré-julgamentos de pessoas que não conheço. Depois que estabeleço alguma relação com a pessoa, na maioria das vezes vejo que estava enganada.

    Esses pensamento são quase automáticos e é dificil mudar de atitude. Mas preciso me livrar disso. Que Deus me ajude.

    ResponderExcluir