terça-feira, 31 de maio de 2011

PARÁBOLA - O CÃO E O AÇOUGUEIRO

Um açougueiro estava em sua loja e ficou surpreso quando um cachorro entrou.

Ele espantou o cachorro, mas logo o cãozinho voltou.

Novamente ele tentou espantá-lo, foi quando viu que o animal trazia um bilhete na boca. Ele pegou o bilhete e leu:

- Podes me mandar 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor.

Assinado (dono do cão).

Ele olhou e viu que dentro da boca do cachorro havia uma nota de 50 Reais. Então ele pegou o dinheiro, separou as salsichas e a perna de carneiro, colocou numa embalagem plástica, junto com o troco, e pôs na boca do cachorro.

O açougueiro ficou impressionado e como já era mesmo hora de fechar o açougue, ele decidiu seguir o animal.

O cachorro desceu a rua, quando chegou ao cruzamento deixou a bolsa no chão, pulou e apertou o botão para fechar o sinal. Esperou pacientemente com o saco na boca até que o sinal fechasse e ele pudesse atravessar a rua.

O açougueiro e o cão foram caminhando pela rua, até que o cão parou em uma casa e pôs as compras na calçada.

Então, voltou um pouco, correu e se atirou contra a porta.

Tornou a fazer isso. Ninguém respondeu na casa.

Então, o cachorro circundou a casa, pulou um muro baixo, foi até a janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes.



Depois disso, caminhou de volta para a porta, e foi quando alguém abriu a porta e começou a bater no cachorro. O chutou, falou mal, disse coisas humilhantes, desprezou...



O açougueiro correu até esta pessoa e o impediu, dizendo:

-“Por Deus do céu, o que você está fazendo? O seu cão é um gênio!”

A pessoa respondeu:

-Um gênio? E antes de falar dá mais um chute e fala um monte de coisas contra o cão e diz: Esta já é a segunda vez esta semana que este estúpido ESQUECE a chave!!!'



Moral da História:

Tu podes amar, acolher, cuidar, se preocupar, não dormir de noite cuidando ou zelando por essa pessoa, doar-se integralmente e inclusive continuar excedendo às expectativas, mas para os olhos de alguns, tu estará sempre abaixo do esperado.

E te espancará, te insultará com palavras, gestos, insinuações... vai te humilhar, te desprezar, nunca terás feito o suficiente... embora tua presença na vida dessa pessoa tenha revolucionado a vida dele (a) para melhor. Podes tê-lo mostrado o céu, as estrelas, o caminho da salvação, podes tê-lo conduzido aos momentos mais felizes de sua vida, podes ter exercido a função de anjo ou sirineu que jamais vai reconhecer, pelo contrario, vai continuar te espancando, enxotando, humilhando...

Qualquer um pode suportar a adversidade, mas se quiser testar o caráter de alguém, dê-lhe o poder, trate-o bem... Existem pessoas que tu podes fazer o que fizer que jamais olharão pra ti com os “óculos de Deus”.

Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho nem foi tão importante, que não significou nada em sua vida, seja pessoal, familiar ou profissional, lembre-se:

Amadores construíram a Arca de Noé e profissionais, o Titanic.

Quem conhece os outros é inteligente.

Quem conhece a si mesmo é iluminado.

Quem reconhece o trabalho e o empenho dos outros é forte.

Quem vence a si mesmo, supera e reconhece seus defeitos, tem humildade, doação, empatia é invencível!!

Reflexão

E aí, em que posição tu estás hoje?

• De expectador, como é o caso do açougueiro...

• Do cão que se doa, se entrega, se esmera, não mede esforços para te fazer feliz...

• Do dono do cão?

Pense nisso! Sempre é tempo de mudar, de ser melhor, de ser justo, ser franco e principalmente ser Cristão e um verdadeiro filho (a) de Deus!

Shalom!

Nenhum comentário:

Postar um comentário