terça-feira, 10 de maio de 2011

EU HOJE SENTI SAUDADES!



Por Diácono Carlinhos
Li certo dia em um artigo de que a “saudade” é o amor que fica!

Hoje à noite eu estava um tanto nostálgico... e parei um momento para meditar sobre a saudade. Do que eu estava sentindo saudades? Pensava sobre os tantos momentos que eu já vivi aos longos dos meus 46 anos... durante minha vida profissional vi tantos morrerem nas minhas mãos, vi gente matar... mas ao mesmo tempo vi tanta gente nascer, tanta gente viver graças as nossas intervenções... Tive saudades das minhas centenas de viagens, para perto, para longe, de carro, avião, helicóptero, navio, ônibus... com conforto, sem nenhum conforto, nos melhores hotéis, nos piores ambientes que podemos imaginar...

Tive saudades da minha infância, dos meus amigos, quase que na totalidade não sei onde estão, na época achávamos que viveríamos sempre pertos uns dos outros...

Tive saudades dos meus avós que já partiram e de meu avô me levando para pescar lambari num arroio que passava perto de onde eles moravam... Tive saudades de meu pai, nossas pescarias, das suas histórias de vida, alegrias, tristezas, sucessos, insucessos, das tantas e tantas conversas...

Tive saudades dos meus amigos da adolescência, dos meus colegas de escola... hoje quase não os encontro mais... dos meus colegas do exército, dos tantos e tantos colegas e alunos que tive ao longo de minha vida profissional, dos tantos cursos, tantas aventuras, tantas façanhas, tantos municípios por onde moramos, tantas e tantas pessoas que pela nossa vida passaram e deixaram dentro de meu peito um pedaço delas e creio que com elas deixei um pedaço de mim...

Sim, creio que isso seja saudade, um “amor” que fica!

Pois estes tantos sentimentos ficaram dentro do meu peito... lembro-me de quando morávamos no Vale do Taquari e tínhamos um projeto chamado: “O CIDADÃO DO AMANHÔ, hoje, muitos destes cidadãos estão adicionados ao meu ORKUT, são belos pais e mães de família, são grandes profissionais, muitos estão longe, fora do país, inclusive... Certamente, eles também tem saudades daqueles nossos momentos de convívio e crescimento... foram importantes em minha vida, mas também devo ter sido na vida deles... Infelizmente, também, muitos já partiram, inclusive pelas suas próprias opções... trânsito, drogas, promiscuidade,...

Sim, sei que nem sempre fui assim, fui me moldando e melhorando com o passar do tempo e a cada dia tento crescer e ser melhor... e por isso mesmo, tenho certeza de que muitos destes momentos de saudades teriam sido melhores se eu ou a outra pessoa tivéssemos sido diferentes...

Talvez seja por isso que eu viva com tanta intensidade o hoje... talvez seja por isso que eu não gosto de deixar um abraço para amanhã, por isso eu não deixo de dar ou pedir perdão, porque a vida da gente muda de rumo de uma hora para outra e amanhã pode ser tarde, ou se não for tarde, nós já teremos perdido o momento para dizermos a alguém o quanto significou na vida da gente... por isso gosto tanto de afirmar: “TU ÉS MUITO IMPORTANTE PARA MIM”.

Hoje eu agradeci a Deus por ter podido dizer isso ao meu pai, por ter podido dizer isso a amigos tão queridos quanto o João, a Eleonora,... e a tantas e tantas outras pessoas que a distância afastou ou porque partiram para o outro plano.

Se tu aceitas um conselho: se tu tens sonhos, corre atrás... se tens projetos não desistas na primeira adversidade, porque o futuro irá te cobrar com muita intensidade pelo simples fato de não ter tentado... “o maior fracasso não está no não vencer, mas no não ter tentado” – quando temos um projeto, um plano, um sonho e não tentamos, jamais saberemos se teríamos conseguido. No coração da gente tudo isso fica registrado e no futuro se transforma em frustração.

Se tens desafetos, te reconcilia... se têm pessoas importantes na tua vida, não poupes palavras... elogie, diga, reconheça... Mas faça isso hoje... Liga, manda recado... dá um depoimento.

Se alguém de alguma forma em determinado momento da tua vida foi importante, te ajudou como gente reconheça... porque talvez amanhã só poderás dizer isso na sua lápide ou talvez nunca vais conseguir dizer...

Se aceita um conselho: não guarda rancor, raiva, ódio, desprezo... além de isso não ser uma atitude cristã, faz muito mal para a gente... nos massacra, nos fere por dentro, nos torna mais indivíduos e menos gente e menos humano... machuca muito o outro, fere um coração que não precisa ser ferido... um abraço, um sorriso, um cumprimento negado, as vezes dói mais do que uma bofetada.

Quer melhorar tua vida? Seja mais humano e carinhoso com as pessoas que te cercam, repensas teus verdadeiros valores... te despe de todo orgulho, de toda vaidade, desce do trono da arrogância e como disse Jesus para Zaqueu: “desce, vem para o meio, hoje vou jantar na tua casa”.

Não olha para o agora! Olha para ontem... o caminho que trilhavas... olha para as pessoas que te cercam que te trouxeram de volta... que te apresentaram projetos, te ajudaram a construir sonhos, objetivos e perspectivas... porque senão podes ter certeza, que ao invés de saudades, terás tristezas por não teres aproveitado esses momentos que Deus te concedeu...

No tempo de Deus o que está acontecendo é aqui e agora, portanto, essa é a hora de tomares as decisões que Ele te diz... “... quem sabe faz a hora, não espera acontecer...”

Sim, no caminhar vai haver muitas pedras, muitos obstáculos, barreiras, mas são necessárias, mas com certeza também haverá no final da caminhada um lindo jardim a tua espera, porque o importante é caminhar...

Assim, hoje eu te deixo um convite... Mude! Tu não precisas ser assim, supere tuas frustrações, dê e peças desculpas, não te furtes de teus sonhos, projetos e aspirações... olha para trás e verificas que se tu magoou alguém, conserta isso, será que o outro merece meu veneno? Amanhã ele (a) poderá não estar aqui para te dar esse perdão e então o sentimento que te envolveras pelo resto da vida, não será saudades, mas sim remorso... e isso dói mais do que a saudade, porque ela é dor do amor... agora o remorso é dor do ódio e do rancor... e para esse (remorso) o remédio do conforto não serve.

Pense nisso!

Tira um minuto de tua vida hoje para fazeres uma avaliação do que tens saudades e do que tens remorso... dos teus gestos e atos errados... toma um banho bem demorado, a água ajuda a nos libertarmos da maldade, dos sentimentos ruis... Corrigi-os, se errou volta atrás, se erraram contigo, superas e sejas feliz! Veja quantas coisas já perdestes por causa destes sentimentos, vais perder mais ainda? Foi isso que eu pensei! E por causa disso mudei...

O dia é hoje e a hora é agora... Pois amanhã poderemos não ter mais tempo para isso... pense, faça a sua oração e aja... com o AMOR DE DEUS! Chegou a nossa vez de agir...

Shalom!

Nenhum comentário:

Postar um comentário