segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

O SENHOR VOLTE PRA TI O SEU ROSTO E TE DÊ A PAZ!

01 Janeiro - Dia Mundial pela PAZ
O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!
Por Diácono Carlinhos

“O Senhor te abençoe e te guarde!
O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face, e se compadeça de ti!
O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!”
(Do Livro dos Números 6, 24-26)
A paz interior é um bem absolutamente necessário ao homem. A falta de paz no coração leva a que se tomem tantas decisões incorretas e a que se cometam tantos erros na vida. O homem necessita desta paz para viver em harmonia consigo mesmo, com os outros, com toda a criação e com Deus. Uma pessoa que não vive em paz fica doente, impaciente, inquieta, afeta o seu interior, a sua família, o seu grupo de amigos e todos aqueles que lhe são importantes.
As decisões tomadas enquanto estamos na ausência de paz interior, são as que nos trazem maiores tristezas e frustrações. Corrigi-las, somente depois que nosso coração voltar a ter paz... Porque senão, começamos uma guerra conosco mesmo, com os outros e não sabemos onde e nem quando isso vai terminar... É como se tivéssemos que enfrentar uma batalha a cada dia. E nas batalhas achamos que às vezes vencemos, às vezes perdemos, porém no final nos damos conta que todos perdem. Pare! Olhe para as últimas batalhas que foram travadas em tua vida, quem realmente saiu ganhando? Se fores ver, ninguém, por isso não estamos em paz. Somente em Jesus, fazendo aquilo que Ele nos propõe teremos paz: “Eu vos dou a minha paz!”, lembrando neste momento de Maria que nos diz: “Fazei tudo o que Ele vos disser!”
Quando eu não estou em paz, mesmo demonstrando alegria, bem estar, entre tantos outros sentimentos possíveis de demonstrar externamente, internamente eu estou guerra: comigo mesmo, com aqueles com quem eu estou magoado, com quem o meu coração está triste, ou seja, no fundo eu não estou em paz.
É Deus quem concede a paz, e é possível viver em paz, mesmo em condições adversas da vida. "O SENHOR volte para ti a sua face e te dê a sua paz!". O povo de Israel, desde muito cedo, tem consciência da importância deste bem, e sabe que não basta estar em paz com os povos vizinhos ou mesmo com os seus irmãos: é preciso que cada um tenha em si a paz de Deus, que só Ele pode dar.
Assim, a bênção dirigida aos filhos de Israel, termina precisamente com a paz que Deus entrega a cada um de nós em particular, uma paz interior e pessoal, capaz de projetar o homem para uma vida em plenitude. Tanto que nos votos de ano novo tem um ditado que diz: “saúde e paz, o resto à gente corre atrás”, porque essa é uma verdade do conhecimento universal.
O SENHOR continua a abençoar-nos hoje com a sua paz. Esse é o desejo de Deus, mas para isso é preciso eu “querer” e “ir”. É preciso que tenhamos o coração aberto para recebê-la. Devo despir-me de todo o preconceito, ódio, raiva, rancor e vestir meu coração com o amor de Deus. Perdoando e sendo perdoado, corrigindo todos aqueles erros ou equívocos que feriram o meu coração e me afastaram da paz de Cristo! E isso deve ser um propósito para o ano que se inicia... “♪♪♪ eis que faço nova todas as coisas♪♪♪
Abençoados por Deus, seremos ajudados a enfrentarmos nossas dificuldades e descobriremos que tudo o que acontece entra no plano do Pai. Abençoado por Deus está aquele que se coloca diante do seu olhar, como filho disposto a fazer a Sua vontade. Deus tem um plano, um projeto e um pedido, um convite a cada um de nós, quando me afasto disso, começo a perder a paz. E não esqueçamos que fomos nós mesmos que pedimos isso: “... fazei conforme a vossa vontade...”
A paz trazida por Cristo (Eu vos dou a minha paz!), é sempre buscada e desejada pela humanidade, mas ela somente poderá ser encontrada quando eu me reconciliar com Deus, quando eu estiver plenamente reconciliado com o meu irmão e com toda a criação por Cristo e em Cristo. Temos este exemplo no filho prodigo que só encontrou novamente a paz, ao refazer o encontro pessoal com o pai.
Ainda que tudo à nossa volta pareça estar em guerra, ainda que o nosso coração esteja vivendo um turbilhão de tristezas e insatisfações, é possível reencontrar a paz e principalmente devo lembrar que é obrigação minha como cristão promover a paz, a partir do que eu estou sentindo... Tem um canto que diz:
♪♪♪ Este ano quero paz no meu coraçãoQuem quiser ter um amigo / Que me dê a mão / O tempo passaE com ele caminhamos todos juntos / Sem pararNossos passos pelo chão / Vão FicarMarcas do que se foi / Sonhos que vamos ter / Como todo dia nasceNovo em cada amanhecer.♪♪♪
A Igreja quer nos lembrar desde o primeiro dia do ano, que a paz anunciada pelos anjos em Belém é possível e que é obrigação nossa nos esforçarmos dia a dia para construí-la. Se realmente queremos um ano de paz, devemos olhar para dentro do nosso coração, curá-lo, e depois ir lá pegar a mão do nosso “irmão” e sairmos juntos, abraçados, cantando e semeando a paz... Isso é: A PAZ DE CRISTO!

Nesse momento tu estás em PAZ contigo mesmo? Os teus irmãos e a Igreja?

O que está faltando para que o meu coração realmente esteja em PAZ?

Qual o gesto concreto que posso fazer neste inicio de ano para iniciar completamente em PAZ?

Em 2011 seja feliz e faça feliz todos àqueles que te são caros... Shalom!

Nenhum comentário:

Postar um comentário