quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Natal


Natal, época maravilhosa, a semana mais esperada do ano pelo comércio, onde é arrecadada uma quantia de dinheiro inimaginável, pois afinal a educação que recebemos foi a de doar presentes no Natal, essa é nossa cultura.
Tenho a certeza de que desde pequenos somos ensinados o verdadeiro sentido do Natal que é o nascimento de Jesus, mas isso deixa de ser importante para muitos quando vêem um Papai Noel à sua frente distribuindo presentes, esse que é inspirado em um velhinho que viveu a muitos anos atrás, São Nicolau, que saia pela rua distribuindo moedas de ouros em forma de presentes, mas isso todos nós já sabemos. Então onde entra o comércio em uma época tão linda?Afinal há nesse período de Natal um aniversário e uma homenagem a uma pessoa que foi muito marcante em sua época, São Nicolau.
Convictamente afirmo de que se o Natal se resumisse a “apenas” o nascimento de Jesus, nosso salvador que não recebe seu devido respeito e valor em época de Natal, o mundo todo não iria parar visando comemorar essa data senão houvesse dinheiro envolvido, pois o mundo gira apenas em torno disso, esse mundo capitalista que vivemos não dá espaços para nós meros cristãos comemorarmos o aniversário de Jesus.
Visando promover algum comércio nessa época a Coca-Cola em uma de suas jogadas de Marketing, cria à algumas décadas atrás o Papai Noel que conhecemos hoje em dia:um velhinho gordo de roupas vermelhas, que se utiliza de um trenó para sobrevoar os céus com suas henas, visando entregar os presentes das crianças (principalmente)  na véspera de Natal.
Você tinha conhecimento desse fato?
Aposto que não, creio que até hoje o seu verdadeiro sentido de Natal era receber e doar presentes, incentivar seu filho a pedir mais e mais presentes para o velhinho da Coca-Cola e ceiar um belo peru da Perdigão.
Não julgo as pessoas que um dia acreditaram que Natal era isso, pois por muito tempo essa era a visão que eu tinha de Natal e essa visão não é errada, se perguntares para alguém qual é a visão mais correta de Natal ela lhe dirá que é esta, por que o mundo lá fora tem essa visão e as pessoas se deixam influenciar e se perdem pelo caminho, perdem a essência do Natal, o mundo quer que nos esqueçamos do homem que nos amou, mais do que tudo, mais do que a própria vida, seu nome: JESUS CRISTO, a verdadeira essência do Natal

O mundo é consumo, é dinheiro, mas lhe peço, por favor, após ler este breve texto, pare um pouco e reflita o verdadeiro sentido do Natal em sua vida, pois Natal também é temo de refletir.

Em quem vale à pena acreditar? Em que você hoje acredita? De quem você lembra quando falamos em Natal?


   




SHALOM

                                                                   Postado por: Douglas Monteiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário