segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A fila da comunhão

Por Diácono Carlinhos


Na fila da comunhão é o local onde eu faço um encontro pessoal COM o Cristo que ficou e “está no meio de nós”. Alimento vivo para o meu coração... É onde encontro a cura para os meus males (físicos – psíquicos e espirituais) e onde encontro a salvação...quando estou na fila da comunhão, estou na ceia “COM” Jesus e os Apóstolos lá na Quinta-feira Santa quando ele instituiu a “Eucaristia” e também estou em comunhão “COM” todos os irmãos no mundo inteiro...

Através da “Eucaristia” não há distância física.

“Sim, eu te amo particularmente e assim é que te trato: como um Pai. Meu coração se enternece. Volte filho, para o caminho, para a formação do teu Pai. Deixa que eu te forme, meu filho. Eu te devolvo tudo: filiação, meu amor, roupas novas...”

NENHUM DE NÓS RECEBE DE DEUS O MINISTÉRIO DO JULGAMENTO... POR ISSO JESUS DIZ QUE DEVEMOS PERDOAR SETE VEZES AO DIA...NA VERDADE ELE NOS DÁ UMA MISSÃO ETEM UM PLANO PARA CADA UM DE NÓS E NESSE PLANO NÃO HÁ ESPAÇO PARA ÓDIO, RANCOR, RAIVA,... AGORA! VAI DEPENDER DE CADA UM EM CUMPRÍ-LO OU NÃO!

QUANDO DEIXO DE CUMPRIR MEU PLANO, ALGUÉM ESTÁ CARREGANDO PARTE DA CRUZ E DA CARGA DO OUTRO QUE SERIA MINHA!

Tem uma música que diz:

“Eu não era digno nem de um olhar seu, mas o Senhor me chamou e me escolheu. Como não vou te amar, como posso não me entregar Pra sempre Como posso resistir a um tão grande amor por mim, Pra sempre. Debaixo daquelas vestes sujas Deus viu que havia um filho. Este filho era eu. Como não vou te amar, como posso não me entregar Pra sempre. Como posso resistir a um tão grande amor por mim, Pra sempre).”

Esta é uma grande verdade: o demônio não suporta perdão, não suporta humildade. Ele não suporta nos ver de joelhos. Ele é o pai da arrogância. Ele é o arquiteto do mal, agora depende de cada um de nós aceitarmos ou não sua arquitetura. Para aceitar os planos do “demônio” basta não darmos ou pedirmos perdão... pois começamos aí a nos afastarmos da fila da comunhão.

Este não pode ser um final de ano longe de Deus. Está chegando o fim do ano e nós não podemos estar afastados da fila da comunhão. É preciso se encontrar com a misericórdia de Deus, é preciso mudar o que está errado em nossa vida!

Pense bem! Será que esse pecado, que estamos cometendo agora, é maior ainda, porque estamos pecando por incredulidade por não acreditar no amor de Deus, que já nos perdoou e nos pede para fazermos o mesmo. E ele me disse: “Nunca se afaste de Jesus!” Podemos dizer uns aos outros: Nunca se afaste da eucaristia! Nunca se afaste de Maria! Nunca se afaste da Santa Missa! Volte! Volte para a Igreja agora, volte para a sua vida com Deus! Volte para a fila da comunhão.

Normalmente, quando nós pecamos ou ficamos insatisfeitos com alguma coisa na Igreja, a primeira reação é fugir, é se esconder. Mas não deve ser assim, não é isso! A sua reação deve ser a de correr para a igreja, para Deus. O ser humano quando está triste com alguma coisa relacionada à Igreja, peca, fica chateado com alguém ou algo, quando sente medo, quer se esconder e ficar sozinho. Mas se olharmos os animais, vamos ver que quando sentem medo correm para as suas tocas, suas casas. Então quando não estamos bem, estamos chateados com alguma coisa ou alguém, não corra da igreja, corra para a igreja. Lá é seu lugar. Não se esconda. Sabemos que todos nós temos cruzes, dificuldades, defeitos – mas que dizer desta visita de Jesus Cristo às nossas vidas, que dizer desta oportunidade maravilhosa em que o próprio Deus, na eucaristia, visita nosso lar em nossos corações? Somos mais privilegiados por termos a oportunidade de estarmos diretamente com Deus em nossos corações.

Ouça o silêncio do seu coração e veja o que Deus está te dizendo neste momento... Ele está falando contigo! Ouça! (Por favor: faça uma oração... fecha teus olhos e siga o que Deus está te dizendo)

Então, não desacredite da misericórdia de Deus. Não se afaste do Senhor. Comece o ano retomando a confiança na misericórdia de Deus... Volte para a fila da comunhão...

Repete comigo: “Deus me ama do jeito que eu sou, porque Ele confia em mim, porque Ele sabe que eu posso melhorar e porque eu já mudei e eu vou mudar ainda mais”.

Toma a tua decisão agora, não espera para depois... o demônio quer protelar tua resposta... ele é o arquiteto do mal... não permite que te cerque com a maldade, com os maus pensamentos...

Caríssimos, portanto, cuidado!

Não se esqueçam das tantas vezes que já falei para vocês há quem muito foi dado, muito será cobrado...

Cuidado! Porque quem não quer Deus, quer se afastar d’Ele está "doente" (seja físico, psíquico ou espiritual)... Quando nos afastamos da fila da comunhão, começamos a nos encaminharmos para a solidão... para a escuridão... e isso é sinal de "doença espiritual"...

Para voltamos a fila da comunhão, basta querermos e irmos, se alguém da fila te magoou – PERDOA - tenha caridade (se houve palavras ditas ou não ditas) – PERDOE - ... VOCÊS JÁ APRENDERAM A SE COLOCAR NA POSIÇÃO DE JESUS (agir como ele agiu)...

Os mistérios dolorosos do terço começam com a "AGONIA" de Jesus no horto das oliveiras... AGONIA POR QUÊ?

Porque enquanto Ele era tentado, os Apóstolos dormiam tranquilamente... e Ele por mais de uma vez veio lá e os acordou (ei, não podem vigiar comigo sequer uma hora?)...

E, hoje será que Jesus (na pessoa do outro) não está sendo "tentado"... e nós na condição dos Apóstolos preferimos dormir e ficarmos tranquilos na sua ausência?

Se continuarmos assim, nós estamos fora da fila da comunhão... Porque se comungarmos nessa situação, estaremos em situação de "pecado grave"...

Por isso ser cristão é não é fácil...

PENSEM E FALEM COM O CRISTO (O QUE ELE ME DIZ NESSE MOMENTO... NO SILÊNCIO.... NA RESPOSTA...), PENSANDO NA SUA MENSAGEM E NA NOSSA MISSÃO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário