quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Mais de 100 mil receberam cruz da JMJ



Mais de 100 mil pessoas receberam este domingo a cruz e o ícone da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), na cidade brasileira de São Paulo, segundo a página da arquidiocese local na Internet.

Até ao arranque das JMJ 2013, daqui a dois anos no Rio de Janeiro, a cruz e o ícone vão realizar uma peregrinação, marcada por diversas iniciativas de caráter religioso e cultural nas 274 dioceses brasileiras.

No caso de São Paulo, foi preparada uma festa no Campo de Marte, para assinalar chegada dos dois símbolos do maior evento juvenil promovido pela Igreja Católica.

Acompanhados pelas bandeiras dos estados do Brasil, o ícone e a cruz foram conduzidos até o altar no início da celebração eucarística, na presença de autoridades eclesiásticas e civis.

Este símbolo, uma grande cruz de madeira, com 3,8 metros de altura e 31 kg, foi oferecida por João Paulo II aos jovens católicos em 1984 e desde então, tem passado por dezenas de países, em peregrinação.

É conhecida como a “Cruz do Ano Santo”, a “Cruz do Jubileu”, a “Cruz da Jornada Mundial da Juventude”, a “Cruz dos Jovens”, a “Cruz Peregrina” e é entregue no final de cada JMJ pelos jovens do país anfitrião aos organizadores da Jornada seguinte.

Também por decisão de João Paulo II, essa cruz é acompanhada por um ícone de Maria, que mede 118 cm de altura e pesa 15 Kg.

No final da celebração, D. Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, lançou oficialmente o site e páginas nas redes sociais da JMJ do Rio.

Em 2013, a Igreja no Brasil vai dedicar a tradicional ‘Campanha da Fraternidade’, uma iniciativa ecuménica, à juventude.

Será a segunda vez que uma cidade sul-americana acolhe a edição internacional da JMJ, depois de Buenos Aires (Argentina), em 1987, na primeira ocasião em que a iniciativa saiu de Roma.



Fonte: http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?&id=87349

Nenhum comentário:

Postar um comentário