quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Amor de pai, Shakespeare e mais além

Primeiramente, gostaria de esclarecer o porquê do meu sumiço: escola. O fim do trimestre é um período conturbado e todos nós sabemos disso - foi por isso que deixei de postar no blog do CLJ e no meu blog durante esses dias. Mas enfim, vamos ao que interessa: o texto de hoje (ok, eu sei que meu dia de postar é terça-feira, mas decidi compensar os dias que não entrei aqui hoje). Ontem, dia 13 de setembro, foi o aniversário da minha mãe - ótimo momento pra aproveitar com a família e tudo mais. Revi alguns conceitos sobre minha concepção de "estar junto" dos pais: você pode até estar na mesma casa, mas, se estiver trancafiado no seu notebook, não estará com eles, então larga essa desculpa de que você fica bastante tempo com aqueles que te deram a vida. Devemos aproveitar ao MÁXIMO nossos pais, pois infelizmente, eles não estarão aqui para sempre. E com "aproveitar" eu quero dizer ficar um tempo com eles, praticar o companheirismo, ouvir os conselhos - por mais clichê e batida que seja essa frase, seus pais tem mais experiência que você e zelam pelo seu bem, respeitar e, acima de tudo, amar e demonstrar esse amor. Afinal, do que adianta amar se você não deixa a pessoa amada saber disso e desfrutar das coisas tão boas que vem com esse sentimento? Não se esqueça: o amor de pai e mãe é incondicional - como Maria e José amaram a Jesus, seus pais também te amam, ainda que não deixem isso claro, de vez em quando. 
Pensando nisso, trouxe um poema que gosto muito, de William Shakespeare, o qual ofereço à todos os pais e mães que zelam e amam os filhos, não importa o jeito dos mesmos.

Uma oração pra você

Pedi ao pai para que guiasse seus passos,
Que iluminasse sua mente.
Uma bênção especial de sua graça,
Pedi aos anjos para ficarem todo o tempo
Com você, vigiar e proteger,
Em tudo o que você fizer.
Quando eu orei ao pai para que...
Lhe enviasse nas asas dos anjos,um toque
De amor e bondade.

Pedi para que sussurem em seus ouvidos
Paz e alegria,canções de amor e
Felicidade em delicada sinfonia
Angelia embalando seu sono.
Mas...
Ainda fiz apenas mais um pedido:

Que o pai permitisse que os anjos
Que te protegem,lhe proporcionem
Serenidade.Assim quando você sentir
Uma leve brisa tocando o seu rosto, não se assuste!

Pois são os anjos enviados
De Deus,que pedi que
Viessem te proteger.



Postado por: Rhaíssa Porto

Nenhum comentário:

Postar um comentário