sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Marcas dos Símbolos da JMJ na juventude gaúcha


Após ter passado por inúmeras cidades do Rio Grande do Sul, a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora serão agora acolhidos pelos países do Conesul. Depois, os símbolos da JMJ retornam ao Brasil, chegando ao Estado de Santa Catarina.

Durante o mês de novembro, foi possível ver e sentir na pele a fé e a força da juventude cristã gaúcha. A passagem dos símbolos da JMJ no solo rio-grandense mostrou a face jovem da igreja com sua alegria, entusiasmo, dinamismo e criatividade. Foram tantos momentos diferentes de manifestações da juventude. Grandiosos eventos, com participação em massa do povo de Deus. Marcantes e insubstituíveis momentos de peregrinação e oração junto aos doentes, aos dependentes químicos, aos encarcerados. Os jovens também levaram a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora como símbolos de esperança a lugares onde a sociedade vive realidades de opressão e marginalidade.

Multidões foram cativadas pelo simbolismo da Cruz de Jesus e pela imagem de Maria, mãe da Igreja, carregados pelos braços fortes de nossos jovens. As emoções transbordaram os corações de todos com muita alegria, devoção e amor.

Toda essa mobilização demonstra que a juventude deseja viver experiências de Igreja, de amor e fraternidade. Deseja fazer a diferença e levar uma mensagem de fé e esperança aos necessitados. Neste novembro de 2012 a juventude gaúcha fez história, peregrinando caminhos jamais imaginados pelos nossos pais e avôs. E mais, mostrou um novo jeito de ser cristão.

Os jovens demonstraram que são organizados, unidos e participativos. Eles não temem desafios e querem ser presença constante em suas paróquias. Querem levar a mensagem de Jesus a outros jovens, cantar e animar as liturgias, rezar profundamente e ser respeitados na sua caminhada como discípulos de Deus.

Ficam na lembrança tantos momentos especiais de encontro com Cristo através do riso e da lágrima do irmão, do toque da Cruz em nossos corações. As marcas da passagem dos símbolos da JMJ no Rio Grande do Sul são sinais de Deus gravados na alma de cada um de nós.

Fonte: Eaí?Tche!

Nenhum comentário:

Postar um comentário