sábado, 26 de novembro de 2011

Padre João Batista Reus



 Servo de Deus Padre João Batista Reus, nascido Johann Baptist Reus, (Pottenstein, Baviera, 10 de julho de 1868 — São Leopoldo, 21 de julho de 1947) foi um padre católico teuto-brasileiro.

Entrou na Companhia de Jesus e, ordenado sacerdote, foi mandado para o Brasil. Durante muitos anos foi professor de teologia no Colégio de Cristo Rei, em São Leopoldo. Somente depois de 50 anos de sacerdócio, e a muito custo, aceitou celebrar a missa para toda a comunidade, pois até então a celebrava apenas em capela reservada e quase sempre com os mesmos assistentes.

Durante sua vida escreveu diversos livros religiosos em português, espanhol, alemão e italiano. Seu Diário Espiritual e Autobiografia revelam uma alma singular e mística.
Por causa dos milagres que lhe são conferidos, ao falecer, em 1947, Padre Reus já tinha fama de santo. O processo de beatificação começou em 1958, mas ficou parado durante décadas. Nos anos 90, os bispos gaúchos enviaram carta ao Papa João Paulo II, pedindo a beatificação do Padre Reus em processo que ainda tramita no Vaticano.

Iniciado em 1953, seis anos após sua morte, o processo de Beatificação do Servo de Deus se estende por mais de 50 anos, mas foi em 2010 que Dom Zeno Hastenteufel, bispo da Diocese de Novo Hamburgo, passou a olhar com maior atenção para a causa do santo popular. Uma Comissão Postuladora Diocesana foi instalada para fins de aceleração do processo que é burocrático e minucioso. No momento em que se inicia um processo de beatificação o religioso passa a ser considerado um Servo de Deus, o que já acontece com o Pe.Réus, após este processo de início, o Papa, através da Congragação para a Causa dos Santos, avaliando suas virtudes heróicas o proclama Venerável. Para ser Beato é necessário que um milagre seja comprovado e para canonizá-lo, mais um.




                                  Entrada do Santuário em São Leopoldo


Hoje, o Santuário Sagrado Coração de Jesus ( Padre Reus) localizado junto ao túmulo do jesuíta, é um dos principais pontos turísticos da cidade de São Leopoldo,é um dos locais mais importantes para os católicos no Rio Grande do Sul, recebendo milhares de romeiros mensalmente, que vão até lá pagar promessas por graças alcançadas, geralmente a pé partindo de diversas localidades do estado.
Na capital gaúcha, em sua homenagem, seu nome foi dado a uma extensa e importante via da Zona Sul, que se inicia no bairro Tristeza, atravessa o bairro Camaquã e termina no início do bairro Cavalhada.
 Local onde está o túmulo do padre João Batista Reus. Construído entre os anos de 1958 e 1968, recebe visitas de romeiros e devotos. O culto popular ao padre e a fé depositada em sua imagem surgiram há meio século. Muitos vêm orar e agradecer por graças concedidas pelo sacerdote que morreu com fama de santidade.
Para atender à visitação, estimada em 1500 pessoas a cada fim de semana, possui infra-estrutura com restaurantes, estacionamento e área verde. O santuário tem um órgão de bambu, único no país.


                                   Pequeno Video mostrando o santuário

Bom pra essa semana escolhi postar sobre esse padre muito conhecido e importante no Rio Grande do Sul, para muitos talvez ele seja apenas um padre, para outros um santo gaúcho. O mais importante é que sua devoção continue se espalhando entre os gaúchos e seus milagres para muitas pessoas continuem acontecendo. Não é atoa que minha família é devota do padre, assim como eu, para nós já nos concedeu várias graças, a mais importante de todas eu paguei com uma promessa ano passado. Por ter visitado o santuário duas vezes já posso dizer que vale a pena ir até lá, o lugar é muito bonito e abençoado, transmite uma paz divina, ver o túmulo do padre e poder tocar nele é um momento incrível, recomendo as pessoas conhecerem o local e ir até lá. Por acaso essa semana, rezei para o Padre Reus pedindo pela menina Jéssica Moraes do CLJ São José, por sinal um dia depois ela já começou a melhorar e só tenho que agradecer e continuar confiando no Padre, além de atender meus pedidos ligeirinho, ele nunca me deixou na mão, por isso tenho fé nele como um Santo que faz milagres e atende nossas preces, valeu padre Reus, que continue  abençoando a mim e aos gaúchos. Sendo padre ou santo, ele faz seus milagres basta acreditar e ter fé. Shalom! Fiquem com Deus e com o Padre Reus e boa semana a todos.


Postado por: Gustavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário