sábado, 14 de abril de 2012

O Jovem e sua Espiritualidade

 Seguindo o tema e o que foi falado no Programa Shalom hoje pela manhã, posto aqui um complemento do que falamos e um exercício de espiritualidade, para refletirmos sobre o que estamos vivenciando. Boa leitura e reflexão e lembrem-se que precisamos deste momento (de silêncio e reflexão) para encontrar as respostar que tanto buscamos.

 A ESPIRITUALIDADE É ACONTECIMENTO QUE FAZ VOCÊ TER OS PÉS NO CHÃO, O CORAÇÃO NO CÉU, E OS BRAÇOS A SERVIÇO DOS IRMÃOS. É COMPROMISSO!

 Espiritualidade (cristã) consiste em ver, julgar, agir segundo o evangelho, seguindo as inspirações do Espírito de Deus que mora em nós, e, deste modo, viver como filhos de Deus, sentindo-O presente em nossa vida por meio de Cristo. Presumimos então que viver uma espiritualidade é seguir as inspirações do Espírito de Deus. Com efeito, “os que são guiados pelo Espírito de Deus, estes são filhos de Deus” (Rm 8,14). Levando-se em conta que a religião é parte integrante de cada pessoa humana, o primeiro estímulo para cultivar esse lado vem da necessidade dessa pessoa de se completar. De buscar um sentido para sua vida.

 O jovem, mais do que todos, busca essa afirmação com voracidade e muitos questionamentos. Muitas vezes entrando em conflito consigo mesmo em busca desse equilíbrio, em busca de algo que ilumine seu caminho e o explique o sentido das coisas. Mas como buscar tudo isso em meio a um turbilhão de informações recebidas a cada instante? Informações essas que podem vir corretas ou deturpadas. Isso, porém, esbarra no grande problema de banalização e disseminação controversa do que realmente é essa espiritualidade. Em contrapartida, cresce também a necessidade de conhecer algo verdadeiro. Que tenha um verdadeiro sentido de ser e existir. E nada mais poderoso do que o Espírito Santo de Deus que ilumina e guia os nossos caminhos através de montanhas enormes e rios turbulentos.

 Cabe a nós, cristãos da Igreja Católica Apostólica Romana, mostrar e ensinar quem é esse Deus que enviou seu Filho para ser o caminho a verdade e a vida através do Espírito Santo. Amém.

 O QUE MOTIVA O JOVEM A CULTIVAR SUA ESPIRITUALIDADE? Bom, a dimensão religiosa é parte integrante de cada pessoa humana. Então, o primeiro estímulo para cultivar este lado já vem da necessidade de cada um de ser uma pessoa completa. Percebemos também que hoje há um incentivo a mais que vem da cultura contemporânea. Um certo cansaço da modernidade tem favorecido uma religiosidade mais acentuada. O ambiente social todo está ficando mais religioso, e isto é um incentivo a cada pessoa a assumir mais sua dimensão religiosa. O ambiente onde a gente é criado também influi muito. Em primeiro lugar, a grande influência, positiva ou negativa, é da família. Mas também outros ambientes educativos, como a escola, podem incentivar os jovens a cultivar a espiritualidade.

 QUE DIFICULDADES O JOVEM ENCONTRA PARA CULTIVAR A ESPIRITUALIDADE HOJE? Uma  das marcas da nossa sociedade é o consumismo. A propaganda liga produtos e coisas ao reconhecimento social das pessoas. Este ambiente materialista é um primeiro obstáculo à vivência da espiritualidade, pois reduz tudo a mercadoria. Uma segunda dificuldade vem dos tipos de espiritualidade que são oferecidos na lógica da sociedade de consumo. Há expressões de espiritualidades desligadas da realidade, que não ligam bem a fé com a vida, o que na verdade levam os jovens à alienação. Uma terceira dificuldade talvez seja a de perseverança e continuidade num caminho de crescimento permanente na espiritualidade. Os jovens, às vezes, não tem muita paciência e acabam não dando continuidade ao que começaram na vida espiritual.

Para refletir: Exercício de Espiritualidade
1. Quais os sinais que indicam que os jovens estão se aproximando ou se afastando de Deus?
2. Quais as dificuldades que os jovens encontram hoje para seguir Jesus Cristo?
3. Que tarefas concretas os jovens estão assumindo dentro de sua comunidade cristã?
4. Como poderemos melhorar a participação dos jovens na missa da comunidade?
5. Você busca um sentido para sua vida? Ele (sentido) vai contra ou a favor daquilo que o Senhor nos ensina?


Fonte: www.inspetoriasalesiana.com.br e www.rafaelregis.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário